.
“Os fariseus e os escribas tomaram as CHAVES DA GNOSIS. Eles não entraram e nem deixaram entrar aqueles que queriam entrar. Vós, no entanto, sede sábios como a serpente e manso como as pombas”
( JESUS CRISTO – Evangelho de São Tomé )

"Seguramente, cada um que receba um Mistério do Reino da Luz, irá e herdará até à região na qual recebeu Mistérios. Porém, não conhecerá ... a Gnose do universo e porque é que tudo isto surgiu a menos que conheça a UNA e Única Palavra do Inefável que é a Gnose do Universo. ..... E de novo vos digo abertamente: EU SOU A GNOSE DO UNIVERSO"
.
(Jesus Cristo em Pistis Sophia, o livro sagrado do cristianismo gnóstico primitivo)

.

Em Defesa da Divina Gnosis do Cristo.

Em Defesa da Divina Gnosis do Cristo.
JESUS CRISTO, Grande Mestre Gnóstico e Chefe da Loja Branca.
.
.

O KARMA PODE SER QUITADO COM AS BOAS OBRAS


Relatos transcendentais do V.M. Samael sobre o Karma

Vamos introduzir, abaixo, alguns trechos das explicações que nos deu o V.M. Samael Aun Weor a respeito do karma. O leitor poderá notar que o Mestre Samael usa a expressão OS NEGÓCIOS como forma de saber anular o nosso karma e refere-se a nós com o termo de HUMANÓIDES não por ofensa, é claro, mas porque não nos encontramos ainda no estágio de HOMEM.  Quando nascemos e ganhamos o corpo físico é porque entramos no REINO HUMANÓIDE e com o desenvolvimento espiritual,  verdadeiro , alcança-se o estado de HOMEM, depois o de SUPER-HOMEM e por fim o de um DEUS quando integra-se integralmente com o nosso CRISTO-DEUS , tal como aconteceu com o grande mestre gnóstico JESUS, por isso ele se chamar JESUS CRISTO, porque havia integrado-se totalmente com CRISTO. O objetivo da criação é levar o humanóide ao encontro de DEUS; é transformar o humanóide em um um HOMEM-DEUS, se assim quiser, e esta oportunidade é igualmente para todos; para todas as Essências.
Os DEUSES são mestres cristificados, que encarnaram a Santíssima Trindade PAI , FILHO ( Cristo ) e ESPÍRITO SANTO, por isso terem muita SABEDORIA, AMOR e PODERES extraordinários e encantadores que seria tido como ficção para os intelectuais desta era final; todavia, o tópico em questão não é esse e sim a Lei do Karma que necessitamos compreender para saber negociá-lo. A palavra KARMA significa correção, dor, pena, pezar. A palavra DARMA, ao contrário significa prêmio, recompensa, ganhos materiais ou espirituais. Quem faz caridade ganha recompensas materiais; quem  trabalha pela espiritualidade verdadeira, pelo despertar da consciência, ganha recompensas espirituais. Quem faz boas obras é recompensado pelos SENHORES DA LEI com o Darma nesta vida  ou numa próxima existência. Quem transgride a natureza, quem pratica a injustiça, a enganação e faz más obras tem como consequência o Karma. 
.
Dizia o V.M. Samael Aun Weor: "Escrito está que o que semeia raios colherá tempestades"
.
Cada alma leva dentro de si mesma uma BALANÇA DA JUSTIÇA que contém dois pratos: o prato kármico e o prato dármico. Se fazemos boas obras enchemos o prato dármico da balança, então negociamos o Karma etc. Se fazemos más obras enchemos o prato kármico da balança, então vem-nos as perdas, o condicionamento e a dor; porém, nem tudo é Karma, porque existem perdas que não vem pelo karma e sim por acidentes, ignorância, adormecimento da consciência etc.
Abaixo, relatos, vivencias e mais esclarecimentos sobre o Karma através das sábias palavras do Mestre Samael Aun Weor, que é quem tem maior autoridade esotérica sobre o assunto.
 .
"Amigos meus! Reunidos esta noite, vamos estudar muito seriamente a questão esta dos negócios. Permitam-me a liberdade de lhes dizer que não estou falando de negócios profanos. Quero referir-me, de forma enfática, aos negócios do Karma. Antes de tudo, é necessário que as pessoas entendam a palavra sanscrita karma.
Não é demais asseverar que tal palavra, em si mesma, significa lei de ação e consequência. Obviamente, não existe causa sem efeito, nem efeito sem causa. Qualquer ato de nossa vida, bom ou mau, tem suas consequências"...
( Do livro Sim Há Inferno, Sim Há Diabo, Sim Há Karma)
.
 JUSTIÇA e MISERICÓRDIA; 
as duas colunas torais do Tribunal Superior Divino que é formado por Anúbis e seus 42 juízes da lei divina.
.
"Afortunadamente, meus caros amigos, a justiça e a misericórdia são as duas colunas torais da Fratemidade Universal Branca. A justiça sem misericórdia é tirania; a misericórdia sem justiça é complacência com o delito. Neste mundo de desditas em que nos encontramos , faz-se necessário aprender a manejar os nossos próprios negócios, para rumar o barco da existência através das diversas escalas da vida.
O karma é negociável e isto é algo que pode surpreender muitíssimo aos sequazes de diversas escolas ortodoxas.
Certamente, alguns pseudo-esoteristas e pseudo-ocultistas tornaram-se demasiado pessimistas em relação à lei de ação e consequência. Supõem, equivocadamente, que esta se desenvolve de forma mecanicista, automática e cruel. Os eruditos creem que não é possível alterar tal lei. Lamento muito sinceramente ter que dissentir dessa forma de pensar. Se a lei de ação e consequência, se o nêmesis da existência não fosse negociável, então , onde ficaria a misericórdia divina? Francamente, eu não posso aceitar crueldade na DIVINDADE. O real, aquilo que é todo perfeição, isso que tem diversos nomes tais corno TAO, AUM, INRI, SEIN, ALÁ, BRAHMA, DEUS , ou melhor dizendo, DEUSES, etc., etc., etc., de modo algum podia ser algo sem misericórdia, cruel, tirânico, etc. Por tudo isso, repito, de forma enfática, que o Karma é negociável.
Quando uma lei inferior é transcendida por uma lei superior, a lei superior lava a lei inferior.
Fazes boas obras, para que pagues tuas dividas. 
Ao leão da lei se combate com a balança.
Quem tem com que pagar, paga e sai bem em seus negócios; quem não tem com que pagar, pagará com dor.
Se num prato da balança cósmica pomos as boas obras e no outro as más, é evidente que o Karma dependerá do peso da balança. Se pesa mais o prato das más ações, o resultado serão as amarguras. Não obstante, é possível
aumentar o peso das boas obras no prato fiel da balança e, desta forma, cancelaremos Karma, sem necessidade de sofrer. Tudo o que necessitamos é fazer boas obras para aumentar o peso do prato das boas ações.
Agora compreenderão os senhores , meus bons amigos , o maravilhoso que é fazer o bem; não há dúvida de que o reto pensar, o reto sentir e o reto obrar é o melhor dos negócios. Nunca devemos protestar contra o karma; o
importante é saber negociá-lo..."( Do livro Sim Há Inferno, Sim Há Diabo, Sim Há Karma)

"O karma é uma medicina que se nos aplica para nosso próprio bem. Desgraçadamente, as pessoas, em vez de se inclinar reverentes ante o eterno Deus vivo, protestam, blasfemam, justificam-se a si mesmas, desculpam-se
nesciamente e lavam as mãos como Pilatos. Com tais protestos não se modifica o Karma; ao contrário, torna-se mais duro e severo.
Reclamos fidelidade do cônjuge, quando nós mesmos fomos adúlteros nesta ou em vidas precedentes.
Pedimos amor, quando fomos desapiedados e cruéis. Solicitamos compreensão, quando nunca soubemos compreender a ninguém, quando jamais aprendemos a ver o ponto de vista alheio. Anelamos ditas imensas, quando fomos sempre a origem de muitas desditas.
Quiséramos nascer num lar muito formoso e com muitas comodidades, quando não soubemos, em passadas existências, brindar nossos filhos com lar e beleza. Protestamos contra os insultadores, quando sempre insultamos a
todos os que nos rodeiam. Queremos que nossos filhos nos obedeçam, quando jamais soubemos obedecer a nossos pais. Molesta-nos terrivelmente a calúnia, quando nós sempre fomos caluniadores e enchemos o mundo de dor. Fastía-nos a fofoca, não queremos que ninguém murmure de nós e, não obstante, sempre andamos entre intrigas e murmúrios, falando mal do próximo, mortificando a vida aos demais. Quer dizer, sempre reclamamos o que não demos. Em todas as nossas vidas anteriores fomos malvados e merecemos o pior; porém supomos que se nos deve dar o melhor.
Os enfermos, em vez de se preocuparem tanto por si mesmos, deveriam trabalhar pelos demais, fazer obras de caridade, tratar de sanar a outros, consolar os aflitos, levar o médico aos que não tem com que pagá-lo, distribuir medicamentos, etc., e assim cancelariam seu Karma e se sanariam totalmente. Aqueles que sofrem em seus lares deveriam multiplicar sua humildade, sua paciência e serenidade. Não contestar com más palavras, não tiranizar o próximo, não enfastiar os que nos rodeiam, saber desculpar os defeitos alheios com uma paciência multiplicada até o infinito. Assim cancelariam seu Karma e se tomariam melhores.
Desgraçadamente, meus queridos amigos, esse ego que cada qual leva dentro faz exatamente o contrário do que aqui estamos dizendo. Por tal motivo, considero urgente, inadiável, impostergável, reduzir o mim mesmo a poeira cósmica". (  Samael Aun Weor - Do livro Sim Há Inferno, Sim Há Diabo, Sim Há Karma. )

"Hoje estive refletindo na desgraça de nosso mundo. Quão felizes seriam estes humanóides intelectuais se nunca tivessem tido isso que se chama ego, eu, mim mesmo, si mesmo. É indubitável que o ego comete inumeráveis erros, cujo resultado é a dor.
Se estes humanóides racionais estivessem desprovidos de ego, seriam simplesmente elementais naturais belíssimos, inocentes, puros, infinitamente ditosos. Imaginai por um momento , queridos amigos , uma terra assim , povoada por milhões de inocentes humanóides desprovidos de ego e governados por reis divinos, deuses, hierofantes, devas, etc., etc., etc. Obviamente, um mundo assim seria certamente um PARAÍSO, um planeta de bem-aventurados". ( Do livro Sim Há Inferno, Sim Há Diabo, Sim Há Karma ).
As almas retornam ao mundo em um novo corpo físico. Os mestres reencarnam. Retorno inconsciente é para as Essências; Reencarnação é para os Mestres.

"...Todo ser vivente,  ao morrer, leva, mais além da morte, o átomo semente de seu corpo físico... Os Senhores do Karma depositam tal átomo no zoosperma fecundante, a fim de que possamos reincorporar-nos. A extremidade do FIO MAGNÉTICO está unido a tal átomo... Qualquer criatura, durante o sono normal, sai do corpo para viajar, muitas vezes, a remotas distâncias: o FIO DA VIDA se alonga até o infinito e sempre nos permite regressar ao corpo físico. Ao morrer, os Anjos da Morte cortam esse fio prateado e, então, é óbvio, já não podemos regressar ao corpo físico... 
 Eu, adiantando no tempo, não ignorava nada disso e, pacientemente, aguardava os Senhores da Lei: anelava reencarnar-me sob a constelação de Leão... Mas, reflexionando um pouco, disse a mim mesmo:
_Que faço eu aqui? Devo aguardar ordens de meu Pai?
Ademais, foi-me dito que durante este Mahamvantara não voltarei a ter mais corpo físico... Reflexionando assim, levantei-me e saí desse lugar sagrado. 
É ostensível que os Mestres podem escolher, à vontade, o sígno zodiacal sob o qual vão se reencarnar... 
 No templo zodiacal, dentro do Sancta escolhido, aguardam os Iniciadores dos Senhores do Karma, com o propósito de relacionar-se, psiquicamente, com o zoosperma fecundado que, navegando entre as águas da vida, há de conduzi-los ao mundo físico, sob a regência da constelação escolhida. 
Para os Buddhatas (Essências) inconscientes do vale doloroso do Samsara, tudo é diferente: desencarnam sem sabê-lo e se reincorporam automaticamente, sob qualquer signo...
Nisto do retomo não existe injustiça: os Mestres do Karma elege o signo zodiacal daqueles que dormem...
Quando inalamos pela primeira vez, ficamos impregnados, intimamente, pela estrela que há de governar nossa nova existência... 
No livro maravilhoso do Zodíaco, está escrito o destino de toda criatura que volta ao mundo..." ( Trechos do capítulo  A Lei do Karma do livro 'Mistério do Áureo Florescer' do V.M. Samael Aun Weor ) 

"Não somente se paga Karma pelo mal que se faz, senão pelo bem que se deixa de fazer, podendo fazê-lo...  Cada má ação é uma letra que firmamos para se pagar na vida subsequente..."( V.M. Samael Aun Weor )

 A Mãe Divina ( Deus como Mãe em nosso interior ) pode perdoar nosso Karma, quando existe verdadeiro arrependimento. 

"Eu devia Karma de vidas anteriores e fui perdoado. Já se havia anunciado o encontro especial com minha Divina Mâe Kundalini. Sabia muito bem que, ao chegar a determinado grau esotérico, seria levado a sua presença. E, certamente, chegou o ansiado dia e fui conduzido ante Ela; um adepto da Fraternidade Oculta me tirou do corpo físico , no Eidolon, e me levou ao oratório... Vi no muro do Sancta, um misterioso obelisco no qual resplandecia uma madona terrivelmente divina; era minha Mãe... Estático, ajoelhado, prostrado, em tremenda adoração, chorei, clamei, supliquei... Aquela madona se desprendeu do obelisco e veio a mim como síntese maravilhosa da Sabedoria, do Amor e do Poder. Impossível explicar, com humanas palavras, o que nesses instantes de êxtase senti; nela estava representado o melhor de todas essas mãezinhas que tive em minhas variadas reencarnações. Porém... é óbvio que ela ia mais longe, devido às suas infinitas perfeições. Em um par de cômodos sofás sentamo-nos, frente a frente, muito juntos, filho e Mãe... Algo tinha que pedir e falei com uma voz que me assombrou a mim mesmo.
_ Peço-te que me perdoe todos os meus delitos cometidos em vidas anteriores, porque sabes que, hoje em dia, seria incapaz de cair nestes mesmos erros.
_ 'Sei, filho meu' Respondeu minha Divina Mãe com voz de paraíso, cheia de infinita ternura.
_ Nem por um milhão de dólares voltaria eu a repetir esses erros, continuei dizendo...
_'Que é isso de dólares, filho meu? Por que dizes isso? Por que falas assim?'...
_ Dispensai-me Mãe minha? O que sucede é que lá, naquele mundo físico vão e ilusório onde vivo, fala-se assim".
_ 'Compreendo filho meu' Respondeu minha Mãe. E , com estas palavras, eu me senti reconfortado...
_ Agora sim, minha Mãe! Peço que me bendigas e me perdoes! Exclamei, cheio de beatitude suprema...
Terrível foi aquele momento em que minha Mãe, de joelhos, prostrada, com infinita humildade, me bendisse, dizendo:
_ 'Filho meu, estás perdoado..' 
_ Permite que beije os teus pés, Mãe minha! Exclamei. Então, ó Deus! Ao depositar o ósculo místico em seus divinais pés, descobri certo símbolo equivalente ao do sagrado lavatório da Última Ceia.
É ostensível que captei, intuitivamente, a profunda significação de tal símbolo... Já havia dissolvido o eu pluralizado nas regiões minerais de nosso planeta Terra; mas, devia seguir morrendo nos infernos da Lua, Mercúrio, Vênus, Sol, Marte, Júpter, Saturno, Urano e Netuno... Mais tarde, depois de haver investigado certo erro muito lamentável de minha passada reencarnação, estive  a ponto de ser atropelado por um carro no México, DF; é inquestionável que, se previamente não tivesse sido perdoado o Karma, teria parado no cemitério ou no hospital... Quando tive em minhas mãos o livro de meu próprio destino pois cada pessoa tem o seu, encontrei suas páginas em branco; as contas pendentes haviam sido apagadas por minha Divina Mãe Kundalini; só em certa página achei o nome de uma montanha onde, mais tarde, deverei viver...
_ É este algum Karma? Perguntei aos Senhores da Lei
_ 'Não é Karma' . Responderam-me. 
_ 'Ireis viver ali, para o bem da Grande Causa'.
Entretanto, este último não é obrigatório; concedem-me liberdade de eleição...
Já não devo Karma humano comum e corrente; mas, é claro que devo pagar imposto aos Senhores da Lei. Tudo tem um preço e o direito de ter um corpo físico e de viver neste mundo, temos que pagá-lo; os adeptos da Fraternidade Oculta pagamos com boas obras... Negociar com os Senhores da Lei é possível através da meditação: orai, meditai e concentrai-vos em Anúbis, o Regente mais exaltado da Boa Lei...
Para o indigno todas as portas estão fechadas, menos uma: a do arrependimento... PEDI E DAR-SE-VOS-Á; GOLPEAI E ABRIR-SE-VOS-Á.
( V.M. Samael Aun Weor - Do livro 'O mistério do Áureo Florescer' )
       
Leia mais em:
Frases do V.M. Samael Aun Weor sobre o Karma.
http://gnosesamaelgnosisgnosticos.blogspot.com.br/2017/05/frases-do-vm-samael-aun-weor-sobre-o.html


_____________________________________________


Gnose Samael Gnosis Gnósticos 
Gnósticos da Era de Aquário 
Em defesa do V.M. Samael Aun Weor 
https://plus.google.com/108380288556674555526/posts 
https://plus.google.com/101778196056713393835/posts 
https://plus.google.com/collection/wsZtAB 
.